O Movimento Eu Leio Brasil é um dos participantes da Feira de Afroempreendedores, que teve início na manhã desta quinta-feira (16.11), no espaço do Centro de Economia Solidária. A feira faz parte das comemorações do mês da Consciência Negra. Os Comunicadorxs Negrxs Associadxs estão cobrindo a realização da feira.

O editor e colunista Luiz Berto Neto, um dos membros do Eu Leio Brasil, conta que a proposta do movimento é incentivar a leitura de autores brasileiros, em especial os brasilienses, num contraponto à predominância de literatura estrangeiras, sobretudo norte-americana, no mercado nacional.

Luiz Berto Neto também fala sobre a campanha que a Editora Rico, associada ao Movimento Eu Leio Brasil, para incentivar a publicação de autores negros. “Chama-se ‘Literatura é coisa de preto’, pelo qual a editora irá selecionar trabalhos de escritores negros para publicação”, conta.

 

Saiba mais sobre o Eu Leio Brasil aqui no seu site: http://www.euleiobrasil.com.br/

Confira a sua entrevista:

Comunicadorxs Negrxs Associadxs

O CNA (Comunidacorxs Negrxs Associadxs) participa da Feira de Afroempreendedores, apresentando seus serviços de assessoria e consultoria, além de fazer uma cobertura do evento, entrevistando expositores, visitantes e organizadores.

Comunidacadorsx Negrxs Associadxs é o primeiro grupo de profissionais negras e negros a se reunir a partir da articulação do NUTRIR (Negras e Negros Unidos pelo Trabalho Irmanado na Raça). O coletivo foi criado para valorizar as trabalhadoras e trabalhadores e ajudar na inserção no mercado de trabalho, por meio de iniciativas e projetos colaborativos.

O grupo Comunicadorxs Negrxs Associadxs é a reunião de profissionais da comunicação negras e negros em uma Assessoria de Comunicação e Eventos para oferecer serviços, criar projetos dentro de todas as áreas da comunicação e se ajudarem mutuamente na busca de soluções dos problemas econômicos de cada um.

O que é o Nutrir

O NUTRIR (Negras e Negros Unidos pelo Trabalho Irmanados na Raça) é um coletivo criado por profissionais das diversas áreas da comunicação, que reúne também outras (os) prestadoras (es) de serviços negras e negros dos mais variados ramos.

O objetivo é a união das negras e dos negros para ocupar o mercado de trabalho de forma colaborativa, estimulando a contratação dos serviços e divulgando os profissionais e suas iniciativas coletivas.

O compromisso de priorizar parcerias com irmãs e irmãos de raça em projetos profissionais, na indicação e na divulgação de oportunidades de trabalho, bem como na contratação de profissionais para prestação de serviços para nós, e entre nós, com preços justos de mercado.